Antes

O Chico está doente. Muito doente. Dou pra ele sete remédios  três vezes por dia, o que poderia ser conta de mentiroso, mas não é. Falei para ele subir no sofá, coisa que até um tempo atrás ele só fazia quando disposto a confrontar as regras humanas; mas agora, ele está muito doente… as regras ficaram inúteis. Ele subiu, eu deitei sua cabeça no meu barrigão, ele rosnou,  pois acho que não gosta da minha falta de forma, mas aquiesceu, e eu  disse: Chico, não se preocupe. Você tem dignidade e se soubesse, saberia que é melhor que eu. Acho que você vai antes, acho que vou depois, você me deixando só, como tantas vezes a vida. Mas acho também que vamos nos encontrar. E preste atenção, não faça como nas vezes que se julgou abandonado e me esnobou, chacoalhe muito o seu rabo que eu gosto tanto, e que ajuda a manter as aparências.

 

Para sempre

Pois é, poucas horas de ausência e já estou sentindo saudades do Chico. Da curiosidade persistente com que sempre me fita do fundo de seus buracos negros; do modo como vira a cabeça quando o miro pelas costas, dizendo: “Senti o seu olhar em mim”; da atitude de se recusar a se despedir quando  saio e de receber-me sempre sequioso quando chego, postado na porta muito antes de eu chegar; da ligeira ansiedade enquanto espera pela resposta afirmativa para tirar a sesta no tapete ao lado da minha cama; da companhia paciente e próxima a me seguir pela casa a qualquer canto aonde eu vá; da pronta aquiescência ao menor convite que lhe faça; da entrega completa ao mais fugaz afago que lhe dedique. O Chico, muito evoluído, só pouco menos do que eu e você. Este ser de forma única sempre soube a forma que deveria ter: matéria, corpo, sistemas, vísceras, cérebro, tecidos, células, organelas, moléculas, átomos, quarks, bósons, fótons; planetas, galáxias, universo, multiverso; tempo, espaço, velocidade, gravidade, temperatura, eletromagnetismo; intelecto, memória, pensamento, consciência, sentimentos, emoções, mente, alma, espírito, fluxos, integração, interação. Tudo organizado num simples cachorrinho.  Você em chico! Quanto de tudo isso  nessa minha singela e fiel hierarquia aninhada?
Chico Marini Giacomini
*2002
+2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

limpar formulárioPostar Comentário