Bordado N'Água

36.Yvy Marãey, tempo de fazer o que dissemos que faríamos (10)

June 7, 2019

Sabe, Guataha, acreditamos que envolver e mobilizar pessoas demanda fazer o diálogo acontecer sempre, em todas as oportunidades. Os mecanismos integradores das pessoas que  governam (e a falta de tal integração é a queixa que mais se escuta aqui em Yvy Marãey) tem que alcançar a todos, promover quebras de barreiras entre unidades e níveis hierárquicos, servir para criar novos fluxos de informação. Não adianta pensar sempre em mais uma plataforma digital on line para superar a falta de informação e comunicação, como se fosse isso que estivesse faltando. As pessoas estão intoxicadas de dados e recebem uma verdadeira avalanche de notícias todos os dias, mas não tem a oportunidade de contatos frequentes e não habituais para trocar ideias. Esses contatos promovem a visão sistêmica do governo, disseminam as crenças, comportamentos e a postura de diálogo dos líderes. Ninguém pode ficar de fora,  os convites tem que se suceder com frequência e persistência, as oportunidades tem que ser criativas e produtivas, o adequado funcionamento do sistema de liderança precisa ser promovido sem tréguas. O que vemos com mais frequência são dirigentes que sempre acham que estão  fazendo o suficiente, ou que não precisam fazer nada porque seria obrigação dos subordinados concordar com eles e defender suas posições, ou que “esse negócio de reunir a toda hora é cansativo e não serve para nada”, ou ainda, que liderar poderia ser delegado a terceiros. Quantas vezes vi equipes frustradas com o chefe que participou da abertura da reunião de balanço anual do órgão (dos poucos que costumam fazê-las) e se retirou porque tinha um “compromisso mais importante”. Desde que nasci não mudou nada, todo governo que vi, é sempre uma pataquada. Seja com o imbecil que faz, com a burocracia fingida, com a ajuda do leva-e-traz, a fragilidade é garantida.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Copyright © 2019 Carlos Homero Giacomini, All rights reserved.